quinta-feira, 3 de setembro de 2009

CARAS!!

Achei muito divertida essa entrevista do Cesão para o Portal Caras!

Queria a Paty aqui pra chamar a Copélia e dizer: "Atorón o perigón do homem metrossexual" rsrsrrs

Por Thayana Nunes

Ele sentiu o gostinho da vitória que poucos atletas brasileiros já alcançaram. Nas Olimpíadas de 2008 em Pequim, emocionou o mundo ao chorar no pódio mais alto da competição, e neste ano, o nadador Cesar Cielo, voou mais alto: bateu o recorde na prova dos 100 metros nado livre e garantiu o primeiro ouro do país no Mundial de Esportes Aquáticos, em Roma, na Itália.

Aos 22 anos, Cesar já entrou para a história. Mas como ele se sente? Como o Cesão, como é chamado pela família e amigos, se sente em meio à fama e ao título de melhor atleta brasileiro da atualidade? "Agora eu tenho a alegria de estar andando na rua e o pessoal me pedir autógrafos", brinca o nadador em entrevista ao Portal CARAS.

Disciplinado e exemplo de determinação e superação, Cielo, que está de férias das piscinas, conta ainda que agora quer "um tempo sem fazer nada", e aproveita para assistir filmes em casa e cair na balada na capital paulista. Depois de tanto falar sobre recordes e competições, ele quer se sentir mesmo um "peixe fora d'água".


Confira trechos da entrevista:

- Como se sente sendo considerado o melhor atleta brasileiro da atualidade?

- Muito feliz e satisfeito de poder ter conquistado tudo o que conquistei.

- Existe alguma cobrança em ser exemplo para a nova geração de nadadores?

- Não quero ser um super herói e exemplo para ninguém, mas ajudar o esporte de um modo geral. Estou buscando um objetivo pessoal. Não quero provar nada para ninguém. Acredito que esporte é uma boa saída para melhorarmos o país.

- Como é a vida de atleta?

- É uma vida muito mais regrada. Muito treinamento, concentração, disciplina. Dá pra contar nos dedos as vezes que a gente faz alguma coisa errada. Tem dia que você está cansado, e joga tudo para o alto, vai dormir às duas da manhã. Mas aí penso nos meus objetivos, olho os meu papeizinhos espalhados por toda a minha casa com o tempo que quero atingir e me centro. Esse ano, antes do mundial, foram seis meses muito intensos. Agora quero um tempo para não fazer nada. Quando me perguntarem: o que você vai fazer hoje? Quero poder responder: nada! Tem horas agora que até o telefone quando toca me irrita. Quero comer uma tranqueira e nem saber que dia da semana é. Estou descansando um pouquinho.

- Você tem 22 anos de idade, dá para se divertir um pouco com essa vida disciplinada, dá para festar, namorar por lá, ou só quando vem para o Brasil?

- Sair com os amigos, socializar é muito importante. Mas nos Estados Unidos é impossível, né? O bar fecha à uma hora da manhã, a gente sai de casa às sete e meia, e volta na hora que os brasileiros estão saindo de casa. Nos meses de treinamento não dá. Durante o campeonato fica ainda mais difícil, mas sempre tem um tempinho no final da temporada, aí sim, não tem com o que se preocupar, aí rola mesmo uma paquera.

- E onde você gosta de ir para se divertir?

- Com os campeonatos eu posso viajar muito e conhecer muitos lugares. Gosto muito de viajar pelos Estados Unidos. Nossa rotina é muito disciplinada, mas dependendo da competição, do nível, a gente consegue se divertir um pouco. E um lugar que
gostei muito de sair foi em Nova York. Já fui duas vezes. Lá tem as melhores baladas do mundo! (É...tem gente que pode rsrsrrsrs)

- Você é vaidoso?

- Sou mais tranquilo,
não sou nenhum metrossexual, mas é sempre bom se cuidar. Não sou muito de comprar roupa, mas fui para a Itália e comprei muitas roupas em Roma. A roupa se encaixa melhor. Os italianos são mais altos, a roupa tem um corte melhor pra mim. (Cesão respondendo a Paty que disse por aqui que tinha CERTEZA que ele é metro! )

- Os nadadores se depilam antes da competição. Você também?

- Eu não me depilo com cera, eu raspo mesmo.
Depois da primeira vez, nunca mais consegui! Sabe a sensação de colocar a mão no fogo quando a gente é criança? A gente coloca uma vez e depois nunca mais! Mas normalmente os atletas se depilam dois dias antes da competição.

- Você foi elogiado pelo Michael Phelps, é reverenciado pelo Gustavo Borges e até pelo ex-nadador olímpico Manoel dos Santos. Como está lidando com a fama?

- Tem o seu lado bom e o lado ruim também. Mas estou curtindo muito. Aqui em São Paulo saí só algumas vezes. E as pessoas olham mesmo. Eu acho que ficam se perguntando: é ele mesmo? É bacana.

- O que mudou do Cesar Cielo de antes, para o Cesar campeão?

- Eu não mudei como pessoa. Como atleta tenho trabalhado para melhorar cada vez mais. O que mudou foi o desejo de querer buscar cada vez mais as melhores marcas. O que mudou é que agora eu tenho a alegria de estar andando na rua e o pessoal me pedir autógrafos.

- E como atleta dá para ganhar dinheiro?

- Como jogador de futebol? (risos) Não posso dizer que não dá, mas melhorou muito o esporte. É diferente da época do Gustavo Borges. A visibilidade ainda não é como o futebol, mas a frequência de bons resultados te dá a chance de ter mais patrocinadores. Agora o atleta é visto como um profissional.

- É difícil conseguir patrocinadores no Brasil?

- Não é fácil o patrocínio, mas dá para ter parceiros sim, patrocinadores individuais. Eu tenho apoio de marca de vestuário italiana, dos Correios e do Clube Pinheiros. Aqui no Brasil é muito diferente dos Estados Unidos. Chegar com uma medalha de ouro lá é muito bom, você ganha prêmios. O incentivo é maior.

- Qual é seu maior sonho?

- Quero conseguir o bicampeonato olímpico e manter as vitórias. Maior sonho é poder ficar satisfeito com a minha profissão e estar bem comigo mesmo. Estar bem com a cabeça e manter a força.



Muito obrigada pelo link Carol!

Beijos,
Máh

6 comentários:

Karinny disse...

Adorei o Cesão macho kkkkkkkk

"- Eu não me depilo com cera, eu raspo mesmo" - pq homem q é macho raspa!!! kkkkkkkkkk

Ai eu quero tá lá ao vivo pra ver *.*

"Quero conseguir o bicampeonato olímpico e manter as vitórias" - e de quebra levar o ouro nos 100m, hein??!!!

Bem legal a matéria.
Valeu
Bjs

Mariana Cantarim disse...

Oficialmente a campanha do niver da Paty já começou... Só que estou sentindo a coisa meio fraquinha!!!

Achei que essa nossa campanha merecia um nome, ele vai se chamar: "OPERAÇÃO CESÃO FAZ UM 21"

E vc vai dar sua cota de colaboração ou vai ficar parado??

Patrícia Angélica disse...

gente... será q o "chefe" (lembrando os tempos de João Sabiá... hoho) ficou bravo comigo?! =/

huahuahuahahuahuahuahuahua

vou tirar isso a limpo... hehe

Laurinha disse...

NY tem as melhores baladas do mundo??? Tô arrumando minhas malas hauhauhauhauh

brinks!

Viu, Paty... ele num é metro (rsrs), ele só se cuida (¬¬'- uhum, e eu sou o Bozo hauhauhauha)

arivana disse...

hauahuahauahu

cesão figuraça-FATO

rsrsrrs

muito legal a entrevista
apesar dos mesmos ''velhos'' assuntos de sempre..rsrrsrsrs

Carolina disse...

Cesão é muito engraçado, gente!
É, acho que só as mulheres suportam cera... rs


Mari Cantarim, eu super apoio a campanha! :D