terça-feira, 17 de maio de 2011

UFA!

Semana de Maria Lenk e pós-ML ultra corrida... tá cheio de coisa bacana pra colocar aqui... imagino e espero que vocês já tenham visto tudo, mas é sempre bom arquivar aqui pra ficar mais fácil pra todo mundo ver depois, né?! :)


O destaque tem de ir pro desafio do João Sorrisão, que foi ao ar no EE do domingo de encerramento do ML...

Esses meninos são mesmo muito bobos, né?! Deram o boneco pra eles e parece que todos voltaram à infância... hehehe
Sacanagem o Cesão: "Aí não vale, o Leo é do tamanho do boneco já, po!" (momento 2'21min) - não fala assim com meu xodozinho, hein, Cesão?! [só quem tava na tenda do Fla naquela quinta sabe o que foi eu entrando no meio da "briga" desses dois... hehe! s2 s2]
Teve trapaça, teve de tudo! Muito boa a ideia da equipe do Garamba... queria ver mais vezes esse tipo de brincadeira aquática... hehe!
Mas Cesão em último é tenso, hein?! E o Leozinho... NUNCA foi fanfarrão... that's why I love him... hehe!


Materinha bacana do UOL sobre as duas mães mais famsoas da natação brasileira, Flávia e Rose... adoro as duas, assim como adoro algumas outras, mães de meninos e meninas famosos e outros nem tanto... ;)

Mães-empresárias de Cielo e Thiago Pereira festejam ao lado dos pimpolhos
Guilherme Coimbra - Rio de Janeiro

Rose Vilela e Flavia Cielo vão passar o Dia das Mães com um misto de trabalho e torcida. Empresárias e mães de Thiago Pereira e César Cielo, respectivamente, as duas terão a dupla jornada no último dia de disputa do Troféu Maria Lenk, no Rio de Janeiro.

Flavia Cielo acha que mãe de atleta não é notícia. Prefere falar sempre como empresária. Ela, que tem o duro papel de gerenciar a carreira do único campeão olímpico da história da natação brasileira e costuma se sentar à mesa para negociar com patrocinadores, acredita que precisa manter um low profile. Claro que isso não significa que ela só se preocupe com os números. O lado mãe aparece quando o assunto é a preocupação com o futuro do filho quando encerrar a carreira nas piscinas.

"A vida na natação é muito curta", explica. "Quero que, depois de conquistar tantas coisas, ele tenha uma estabilidade financeira. Por isso criamos a Cielo Sports, uma empresa que agencia atletas. Nós já fechamos com o (nadador paraolímpico) Daniel Dias, estamos negociando com outros atletas e temos parceiros na Espanha e nos Estados Unidos. Com o Cesar na ativa, fica difícil exigir muita participação, mas ele já dá um monte de pitacos. A Cielo Sports vai ficar para ele cuidar depois (que encerrar a carreira)."

Rose Vilela salta do papel de empresária para o de mãe várias vezes numa mesma entrevista. Ela confessa que nem sempre é fácil separar os dois lados. "Qualquer negociação é business e às vezes é muito difícil pensar no seu filho como business", admite. Rose ficou famosa no Pan de 2007, quando incentivava o filho com gritos de "Vai, Thiago!" na arquibancada do parque aquático Maria Lenk.

Para a gestora da carreira de Thiago, o melhor presente neste domingo seria uma medalha no revezamento 4x100 medley. Mas a mãe do nadador pensa diferente. "Estava sem ver o Thiago havia quatro meses", desabafa. "O melhor presente de Dia das Mães foi poder estar com ele durante toda a semana."

Apesar da distância, Rose está feliz com a rápida adaptação de Thiago, que há quase dois anos treina nos Estados Unidos. "Tem sido muito boa essa mudança de mentalidade", comenta. "Ele está treinando com os melhores do mundo. Thiago é muito próximo do Oussama (Mellouli) e tem muitos amigos por lá. A única coisa ruim é a distância. Mas, além da família, acho que ele só sente falta, mesmo, é do pão de queijo."

Thiago saiu de Volta Redonda (RJ) aos 16 anos para treinar no Minas e já está acostumado com a distância. "Moro sozinho desde que eu tinha 16 anos", comenta o atleta do Corinthians. "Já são quase dez anos. Quando você tem um objetivo, fica mais fácil. Sei que é temporário e daqui a pouco eu vou estar de volta", completa.

César fez o caminho inverso. Depois de cinco anos nos Estados Unidos, lançou em fevereiro o PRO16, projeto olímpico do Instituto Cesar Cielo que reúne sete nadadores de elite, e passou a treinar em São Paulo. "Essa ideia já vem de um tempinho", conta Flavia Cielo. "Ele já estava um pouco cansado de estar lá, com muitas saudades dos amigos e da família", completa, mostrando que para ela o lado humano também pesa na hora de tomar decisões estratégicas.

PROJETO DE CIELO PÕE 5 NADADORES NO MUNDIAL
O PRO16 (acrônimo de Projeto Rumo ao Ouro 2016) reúne sete atletas de elite da natação masculina brasileira. Cinco deles – além de César Cielo, Nicholas Santos, Henrique Rodrigues, Leonardo de Deus e Tales Cerdeira – conquistaram índice para o Mundial de Xangai. André Schultz e Vinícius Waked completam o time. Os atletas continuam representando os seus clubes, mas treinam com o ex-técnico do Pinheiros, Alberto Silva, no Centro Olímpico da Prefeitura de São Paulo.

"Tem gente nesse time que já está pronta", comenta Albertinho. "É o caso do César, que busca ser o melhor velocista da história. Além disso temos atletas que já foram finalistas olímpicos e mundiais, mas buscam algo além de participar das finais. E outros que ainda precisam ganhar maturidade em grandes eventos. O foco, como diz o próprio nome do programa, é conquistar medalhas olímpicas em 2016."

FONTE: UOL Esporte


E pra encerrar uma foto do Cesão e dos meninos patrocinados pelo Avanço num stand da Hypermarcas em um evento:

FONTE: Site da Revista Fator

Por enquanto é só... :)

Beijocas Celestes

2 comentários:

Anônimo disse...

Com Avanço... elas avançam! kkkkkkk!!
Bom, nesse caso nem precisa de avanço né ;)

Nilcelina disse...

goxtii