quarta-feira, 28 de outubro de 2009

QUE DIA!

Quando o dia tava bom demais pra ser verdade (com palestra do querido @joseilan - que me reconheceu - e filme do MJ) ficou melhor ainda quando cheguei em casa e vi vários e-mails da meninas com links, prints de revistas e tudo o mais! - Super obrigada a todas: Lika, Manu, Cíntia, Ká, Grazi...

Mas como nada é perfeito, venho ver o blog e encontro isso aí do lado... uma pessoa usando meu nome (e inventando um e-mail) pra xingar as pessoas que acessam! Só não fico mal porque sei que conto com credibilidade e quem acessa aqui e me conhece sabe que eu jamais seria capaz de falar coisas assim!

Vamos deixar isso pra lá e ir direto ao que interessa. Como eu já havia falado ontem, foi o lançamento da Arena (com presença do tchuc-tchuc Felipe Andreoli *-*) e hoje saíram milhões de notícias. Como faço nesses casos, vou colocar uma e linkar as parecidas e no final colocar fotos e um vídeo, ok?


Pronto para competir de bermuda, Cesar Cielo quer bater marca de Popov nos 50m
Brasileiro vai tentar baixar os 21s64 cravados pelo russo em 2000
Fernando Poffo - São Paulo

Cesar Cielo já traçou a primeira meta para a próxima temporada, quando será obrigado a abandonar o revolucionário traje tecnológico que usou em suas recentes conquistas. De bermuda, ele quer provar que é mais rápido que o russo Alexander Popov, que, sem a ajuda dos supermaiôs, nadou os 50m livre em 21s64 há nove anos.



- Quero nadar os 50m em pelo menos 21s63, para acabar com essa história de que o Popov é melhor que a gente. Isso aí já deu, e com as piscinas melhores também dá para sermos mais rápidos. No ano que vem, vai dar para vermos isso e estou com expectativa de nadar mais rápido do que o recorde do Popov de 2000 - avisou Cielo.

Além de superar o russo, Cielo já trabalha com outros parâmetros e não descarta melhorar a marca mundial, mesmo de bermuda.

- Voltei um pouco mais para os tempos do Pan de 2007 e do NCAA de 2008. E estou colocando um tempo em cima daqueles pela melhora que eu acho que tive desde de lá. Acho que dá para nadar os 50m em 21s3 ou 21s2.

Dono do recorde mundial nos 100m livre, Cielo ainda tentará quebrar a marca mundial dos 50m (20s94, do francês Frederick Bousquet) no Open, em dezembro, no Pinheiros, provavelmente com o traje que será proibido. Mas o nadador não demonstrou tanta preocupação em ter que nadar de bermuda na prova mais rápida da natação.

- Dá para nadar rápido sim, principalmente os 50m livre, que é uma prova em que a parte de flutuação não ajuda tanto. Nos 100m, ali para o final, pode influenciar bastante - espera o nadador.

FONTE: GE.com

Para ler mais: Na nova natação, metas de Cielo regridem 2 anos e alvo volta a ser Popov (UOL Esporte)
Cielo agora mira marca de Alexander Popov (Correio Braziliense)
Cesar Cielo topa usar novo traje no Open (LANCE!net)
Sem supermaiôs, Cielo se vê "duelando" com aposentado Popov (Terra Esporte)


Cielo alfineta aval da CBDA e teme perder técnico para os EUA
Celso Paiva - São Paulo

O risco de perder a exclusividade do técnico Brett Hawke para 2010 ainda preocupa o nadador brasileiro César Cielo. Na semana passada, o medalhista de ouro dos 50 m e 100 m livres no Mundial de Roma falou sobre a possibilidade de Hawke se dividir entre ele e a seleção dos Estados Unidos.

O australiano, que é casado com uma americana e tem quatro filhos nascidos nos Estados Unidos, conseguiu recentemente a cidadania americana, o que o possibilita a treinar a equipe do país.

O presidente da Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, havia minimizado a preocupação de Cielo garantindo que Hawke já é um funcionário da entidade e disse, inclusive, que o técnico vem ao Brasil para fazer clínicas no ano que vem.



Porém, em um evento da marca de maiôs Arena, realizado nesta terça-feira, Cielo disse que a situação não é tão tranquila como disse Coaracy. "A CBDA mesmo se retratou depois do que ele (Coaracy) disse. O que o Brett recebe é 20% da verba que o Correios paga de patrocínio para mim. Assim como os outros treinadores recebem. O Albertinho (treinador de Cielo no Brasil) também recebe. Não é nenhuma exclusividade do Brett".

O nadador aproveitou para dizer que ainda esperava um reconhecimento maior por parte da confederação pelo feito histórico de conquistar as primeiras medalhas de ouro do Brasil em um Mundial de Natação.

"Eu esperava pelo menos uma premiação pelo que aconteceu lá em Roma. Um prêmio qualquer. O valor não me importa. Poderia ser R$ 0,50. Só para mostrar a importância do feito. O Brett está deixando os quatro filhos dele nos EUA para me acompanhar nas competições. Mas vamos tentar dar um jeito de segurar ele", afirmou Cielo.

Por todos esses motivos, o nadador brasileiro mostra que a possibilidade de perder a exclusividade de Brett Hawke em competições futuras ainda é grande. "Eu ainda acho que isso pode acontecer sim. A gente sabe que as propostas podem ser grandes. Mas é algo que já estou preparado para me adaptar e consciente de que pode acontecer".

Perda da Copa do Mundo
Cielo ainda comentou as declarações feitas por Coaracy Nunes sobre a perda da etapa da Copa do Mundo. O nadador havia lamentado na quinta-feira que o Brasil ficou sem o evento. O presidente da CBDA rebateu dizendo que é uma competição sem grande relevância.

"Não é mesmo uma competição de nível elevado. É mais para escrever no jornal que um nadador foi campeão da etapa da Copa do Mundo. A questão é que o Brasil está perdendo as competições. Queremos nadar mais em casa".

O nadador comentou sobre a possibilidade do Brasil ser sede do Mundial da categoria em 2015, um ano antes dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. "Será importante. Dará uma segurança que o parque aquático estará pronto um ano antes dos Jogos", disse Cielo, que mostrou ainda estar com um pé atrás a respeito do assunto.

"Em termos esportivos é tudo benéfico. O problema é a burocracia. E isso não é só aqui no Brasil. Agora, na Itália mesmo, no Mundial, vimos vários problemas também".

FONTE: Terra Esporte

Para ler mais: Cesar Cielo rebate argumento da CBDA e cobra ajuda para não perder seu técnico (GloboEsporte.com)


Revoltado com "desprezo" a amigo, Cielo dispara críticas
Celso Paiva - São Paulo

Com um novo patrocínio de uma marca de bebidas energéticas até o Mundial de 2011, o nadador brasileiro César Cielo mostra preocupação com os colegas que dividem as raias com ele nos treinos do clube Pinheiros, em São Paulo. Recordista mundial dos 100 m livre, Cielo voltou a bater na tecla da falta de patrocínio para os esportistas brasileiros em evento da Arena, empresa de material para esportes aquáticos, realizado nesta terça-feira.

"A cultura nossa é de se valorizar apenas o vencedor. O França (Felipe, medalha de prata nos 50 m peito no Mundial de Roma) foi o segundo melhor do mundo e agora é desprezado. Ninguém fala mais nele. Todos no Brasil tem de mudar a mentalidade. Ser o segundo melhor do mundo é um feito importante", afirmou Cielo.

Medalhista de ouro nos 50 m e nos 100 m livre no Mundial, Cielo disse que França tem contado com o auxílio dos colegas de equipe, da família e dos treinadores para se manter motivado. "Nessas horas não pode baixar a cabeça e a família e os técnicos são importantes para ajudar a manter a motivação".

Presente no evento, o treinador de Felipe França, Ari Soares, também mostrou grande tristeza pelo esquecimento do seu atleta na mídia e pela falta de apoio das empresas brasileiras.

"Aqui só o primeiro lugar importa. O segundo é sempre desprezado. O Felipe foi vice mundial com um técnico brasileiro, treinando dentro do País. Ele nunca foi para fora do Brasil treinar. É um atleta genuinamente brasileiro e não valorizam isso. É uma questão de referência que adotamos. Quando ganham são os maiores ídolos, quando perdem acabam com eles".

O treinador disse que aproveita esse momento de esquecimento para motivar ainda mais Felipe França nos treinos. Para Ari Soares, parte do menosprezo pelo nadador acontece pelo fato de ele ter obtido um resultado expressivo em uma prova (50 m peito) que não faz parte do programa olímpico.

"Eu digo para ele, se para ser reconhecido você precisa ser campeão e recordista em uma prova olímpica, que consiga resultados nos 100 m então. Batalhe para ser o melhor em uma prova olímpica. Não duvide de nada dele (Felipe França). Ele está treinando forte e está motivado para provar que é rápido".

Novos patrocinadores
Ainda a espera de mais auxílio das empresas brasileiras, Cielo afirmou que está negociando com mais patrocinadores. O nadador, que deixa as conversas nas mãos da sua mãe Flavia, só aceita fechar negócios com longo período de duração.

"Estamos negociando mais patrocínio. A ideia é fechar negócios para longo prazo. O ideal é fechar contratos que terminem em dezembro de 2012. Se não for com um período longo, nem adianta perder o tempo".

FONTE: Terra Esporte


Momento Ego/TV Fama/qualquer outro programa de fofocas que vocês conheçam... hehe


Cesar Cielo e Felipe Andreoli apresentam lançamento de grife esportiva

Cesar Cielo e Felipe Andreoli foram os apresentadores do lançamento da grife esportiva Arena Brasil no Museum Dinning Art, em São Paulo, na noite de terça-feira, 27. O nadador e o repórter do "CQC" chamaram atenção de fãs que estavam presentes.



Simpáticos, fizeram questão de distribuir autógrafos e posar para fotos com o público.O ex-BBB Ralf Krause também marcou presença e conferiu a coleção de acessórios para natação.

FONTE: Te Contei


Festa Animada
Cesar Cielo e Felipe Andreoli no lançamento da Arena Brasil

Na noite de terça-feira (27), o Museum Dinning Art, em São Paulo, serviu de pano de fundo para um encontro inusitado. O nadador Cesar Cielo e o repórter do CQC, da Band, Felipe Andreolli, comandaram o lançamaneto da Arena Brasil.



Animados, eles posaram para os fotógrafos e atenderam às fãs que lotaram o local, em busca de fotos e autógrafos com os ídolos que estavam felizes com o sucesso.

FONTE: O Fuxico


César Cielo e Ralf participam de evento em São Paulo
Dupla foi ao lançamento do Arena Brasil nesta terça-feira, 27
Do EGO, no Rio

César Cielo e o ex-BBB Ralf participaram do lançamento da Arena
Brasil, no Museum Dinning Art em São Paulo, nesta terça-feira, 28. Sorridentes, os dois posaram para fotos e fizeram a alegria da mulherada.


FONTE: Ego


Focado na natação, Cielo se incomoda ao falar sobre namoro
Mariana Lanza - São Paulo

César Cielo não gosta de falar sobre a vida pessoal


Desde que conquistou duas medalhas nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, o nadador César Cielo tem sido requisitado não só pela imprensa esportiva como também por veículos especializados em celebridades. Uma prova disso é que seu namoro com a modelo Carol Francischini passou a ser abordado constantemente em entrevistas, fato que incomoda o atleta.

"Lógico que não gosto de expor minha vida pessoal, mas não quero me trancar em casa toda vez que eu e a Carol estivermos juntos. Porém, gosto de aparecer em eventos pelo meu desempenho nas piscinas", disse o nadador durante evento da marca de artigos esportivos Arena, nessa terça-feira (27), em São Paulo.

Com seus olhos azuis, 1,95m de altura e o jeito tímido, Cielo sabe que chama a atenção do público feminino, mas evita falar sobre o assunto com a namorada. "Não sei se ela sente ciúmes, nem pergunto. Não vale a pena dar corda", falou o vencedor da prova dos 50 m livre e medalha de bronze nos 100 m livre, na China.

César Cielo e Carol Francischini estão juntos há pouco mais de um mês e passarão a namorar à distância a partir de janeiro, quando o nadador voltar ao Alabama (EUA) para retomar o ritmo intensivo de treinamentos. "Aqui treino cinco, seis horas por dia, mas sinto falta de me focar mais no que preciso, no que vale a pena."

FONTE: Terra Gente





Meus dois amorzinhos... *-*

FONTE: Terra




--> Isso é mais do tudo ao mesmo tempo agora... acho que acabei de ultrapassar as barreiras da pos-modernidade... o que sérá isso?! A über-modernidade?!

Beijocas Celestes!!

5 comentários:

Emanuella disse...

Meus dois amorzinhos... *-* //2

Erica Ferro disse...

O César é lindo, cara.
Não é lindo só fisicamente não; é algo maior.
Ele é especial, belíssimo também por dentro.
Esse cara tem uma humildade e uma maturidade ao falar, ao se pronunciar.
Ah, eu sou fã do Cielo (novidade, hein? hasuhsauas)!

Beijo, Patty.

Laurinha disse...

Pois é, é extremamente complicado lidar com pessoas que não tê capacidade de se mostrar e acabam envolvendo outras pessoas em suas ações maldosas. O que eu fico mais indignada é com a administração do blog, que simplesmente não faz nada..

Mas enfim...

Acho que até o fim do ano volto a nadar e nem preciso dizer que quero as coisas da arena, né?!

ADORO os dois menininhos lindos das fotos rs..

Cesão tá certo em querer ser reconhecido pelo que faz nas piscinas, deve ser péssimo ter que ficar falando do namoro o tempo todo agora... tadinho :/

bjo

Lika R Diniz disse...

Quero ver se vai sair algo no CQC na proxima segunda*.*
Andreoli e Cesão juntos é sempre maravilhoso de se ver!

*suspirandofeitoboba*

Eu quero uma camisa da ARENA!!!

Amanda Paula :) disse...

aah .. os dois são umas gracinhas! hahaha :D

e realmente .. deve ser ruim ter que ficar falando ''SEMPRE'' de namoro .. :x

e concordo que as empresas brasileiras deviam valorizar muito mais os atletas .. [óbvio :P]