sexta-feira, 7 de agosto de 2009

‘Isso é só o começo; 2012 promete’


Com dois ouros e um recorde mundial na bagagem, nadador brasileiro desembarca em São Paulo e não vê a hora de pular na piscina de novo.

Mariana Kneipp
São Paulo

César Cielo passeou pela Itália, curtiu a folga com a família, e pronto, acabou a vida de turista. De volta ao Brasil na noite desta sexta-feira, o campeão mundial dos 50m e dos 100m livre deixou claro que a fome de recordes ainda não está saciada. Ao contrário do que aconteceu após os Jogos de Pequim, quando só pensava nas férias, o Cielo pós-Roma já está de olho em novas conquistas e não vê a hora de cair na água novamente.

- Não estou satisfeito ainda, quero muito mais. Agora a pressão vai ser muito maior. Na natação, é você contra você. O tempo que eu tinha marcado na parede já acabou, não existe mais. Agora vou para baixo dos 20s. É só o começo, 2012 promete – afirmou Cielo, prevendo boas atuações nas Olimpíadas de Londres não só para ele, mas também para Felipe França, que conquistou a prata nos 50m peito em Roma e também participou da entrevista coletiva concedida na sede do clube Pinheiros nesta sexta-feira.
Cielo, que além dos dois ouros bateu o recorde mundial nos 100m, já tem até data para matar a fome e pular na piscina de novo: ele deve voltar a competir daqui a um mês, no Troféu José Finkel, em Curitiba. Nos próximos dias, no entanto, o campeão vai descansar mais um pouco. Após a entrevista no Pinheiros, o nadador partiu para sua cidade, Santa Bárbara do Oeste, no interior de São Paulo. Na manhã de terça-feira, ele vai a Brasília, onde tem encontro marcado com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Assim que chegou ao Pinheiros, Cielo deu entrevista ao vivo para o “Jornal Nacional” e adiantou que a busca pela perfeição ainda não terminou: - Sempre vou buscar a perfeição, e ainda não cheguei nela. Vou buscar a evolução sempre, meus melhores tempos. Agora é trabalhar duro, conquistar meus objetivos e continuar no topo do mundo. Com o status de maior nadador brasileiro de todos os tempos, Cesão vai dar às duas medalhas conquistadas em Roma o mesmo destino do ouro e do bronze que ganhou em Pequim: o cofre do banco. Na entrevista coletiva, ele revelou que está na hora de matar a saudade das joias. - Já tem muito tempo que não vejo as medalhas olímpicas – afirmou.
Bem-humorado, Cielo driblou a polêmica sobre os supermaiôs, que estarão proibidos a partir de 2010. Ele acredita que, mesmo com os atletas de sunga, as marcas vão continuar caindo. E a proibição terá a vantagem de evitar o longo processo de vestir e tirar o traje, que às vezes consome até 40 minutos. - A gente está jogando o jogo. Se continuarem permitindo, a gente usa. Se mandarem tirar, a gente tira. Independentemente de maiô, não vejo esses tempos de hoje durando muito. O mais difícil é reduzir o tempo de tirar o maiô – brincou. Elogiado por Michael Phelps em Roma, Cielo voltou ao bom humor quando analisou um possível confronto direto com o fenômeno americano em provas individuais. No revezamento 4x100m livre, os dois pularam juntos na água, e o brasileiro teve ampla vantagem.
- Se você olhar o revezamento, já dá para ver o que aconteceria. Mas eu nunca vou subestimar o Phelps ressaltou. Cielo fica treinando no Brasil pelo menos até novembro. O mais provável é que o retorno para Auburn, nos Estados Unidos, só aconteça em janeiro do ano que vem.
Obrigada meninas por avisarem dos sites :)
Beijos

3 comentários:

Karinny disse...

Déa tem mais fotos no Terra e com a família ;)

Oxe o Finkel será em Curitiba ou em Santa Catarina??? Bom não importa oq espero é q tenhamos correspondentes do FC nesse TJF :D com fotenhas exclusivas pra matartodaschicoteadas kkkkkkkkkkkkkk

Cintia disse...

O Finkel vai ser em Curitiba??

Déa disse...

Floripa Cíntia! a reportagem deu a informação errada!!!