quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

PBO

Dois dos maiores destaques do Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 conquistaram o prêmio máximo do esporte brasileiro. O nadador Cesar Cielo, ouro nos 50m livre e bronze nos 100m livre em Pequim, e a saltadora em distância Maurren Maggi, também ouro em Pequim, foram eleitos pelo público e receberam os troféus de Melhor Atleta do Ano na cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico 2008, realizada nesta terça-feira, dia 16, no Teatro do Museu de Arte Moderna (MAM), no Rio de Janeiro. Cerca de 2 mil pessoas compareceram à cerimônia. Em sua décima edição, a festa de gala do esporte nacional, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro, consagrou também outros 43 atletas que foram escolhidos os melhores de 2008 em suas modalidades, além de personagens históricos do esporte brasileiro, como João Havelange, que recebeu o Troféu Adhemar Ferreira da Silva.

O presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, ressaltou a importância da premiação. "Essa festa celebra os 10 anos do Prêmio Brasil Olímpico e seus protagonistas, que são os atletas. Eles são a principal razão de ser do esporte. Agradeço aos três níveis de Governo pelo apoio recebido durante o Ciclo Olímpico que se encerrou em 2008. Em 2009 criaremos uma Comissão de Atletas para conhecer mais dos assuntos pertinentes a cada uma das suas modalidades. Essa comissão será o elo de ligação entre o Comitê Olímpico Brasileiro e aqueles que fazem o esporte olímpico brasileiro", anunciou Nuzman.

Presente à cerimônia, o Ministro do Esporte, Orlando Silva, exaltou os feitos dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. "Gostaria de cumprimentar a todos os componentes da delegação brasileira em Pequim 2008, principalmente os atletas que, com muita garra, representaram o nosso país", afirmou. "As mulheres merecem um destaque especial em 2008, pois além da presença recorde que tiveram em Pequim, estão também representadas em maior número entre os melhores expoentes de suas modalidades aqui no Prêmio Brasil Olímpico. Isso mostra que o esporte olímpico feminino atravessa um momento de evolução. Espero que no Prêmio de 2009 estejamos todos aqui celebrando a conquista do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016, o que vai coroar todo o processo de evolução do esporte brasileiro", completou o ministro.

Cesar Cielo disputou o prêmio de Melhor Atleta de 2008 com o ginasta Diego Hypólito e o velejador Robert Scheidt. No feminino, a disputa foi entre Maurren Maggi, a judoca Ketleyn Quadros e a lutadora de taekwondo Natália Falavigna. Os concorrentes foram selecionados por um colégio eleitoral formado por jornalistas, dirigentes esportivos, atletas, ex-atletas e personalidades do esporte, com base em uma lista tríplice encaminhada ao COB por cada Confederação Brasileira Olímpica. Esse mesmo colégio eleitoral escolheu o melhor atleta em cada uma das 43 modalidades homenageadas na festa.

"Antes de mais nada gostaria de agradecer a Deus, que me fez acreditar que havia algo reservado para mim depois dos problemas que enfrentei em 2003. A vitória que obtive em Pequim 2008 foi para todos os brasileiros, mas, antes de mais nada, foi algo muito pessoal", contou Maurren.

Emocionado, como no pódio em Pequim 2008, Cesar Cielo reforçou o desejo de um Ano Novo vitorioso para todos os brasileiros e agradeceu a homenagem que recebeu entre tantos campeões. "Para mim, é uma honra estar entre tantos campeões olímpicos e mundiais. Gostaria de agradecer a todos os brasileiros que votaram em mim, inclusive ao Diego Hypólito, que revelou o voto em mim", disse o campeão, que chorou enquanto era aplaudido.

Este ano, a festa de gala do esporte brasileiro fez uma homenagem aos 50 anos de Bossa Nova. O jornalista e compositor Sergio Cabral foi o diretor musical da cerimônia, que contou com destaques do movimento que espalhou a música brasileira para todo o mundo. Entre as atrações musicais, estiveram Roberto Menescal, Marcos Valle, Patrícia Alvi e Wanda Sá. O pianista Arthur Moreira Lima abriu a festa tocando o Hino Nacional, emocionando a platéia lotada de atletas e personalidades do esporte.

Devido à realização dos Jogos Olímpicos, todos os atletas que alcançaram as finais em Pequim receberam diplomas. Além dos prêmios para os melhores atletas do ano e os melhores por modalidade, o Prêmio Brasil Olímpico 2008 homenageou também o melhor técnico do ano (José Roberto Guimarães, nas modalidades coletivas, Nélio Moura, nas individuais, e Amaury Veríssimo, do esporte paraolímpico), os melhores atletas paraolímpicos (Daniel Dias e Terezinha Guilhermina), os melhores atletas das Olimpíadas Escolares (o nadador Guilherme Fontanella e a mesatenista Evelyn Tomi, de 12 a 14 anos; o judoca Horácio Antunes e a velocista Bárbara Leôncio, de 15 a 17 anos), e das Olimpíadas Universitárias (a goleira de futsal Joziane de Oliveira e o nadador Fernando Silva), além de conceder o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, oferecido a ex-atletas que simbolizem os legados do primeiro bicampeão olímpico do Brasil, a João Havelange. O ex-presidente da FIFA é membro decano do COI e disputou os Jogos Olímpicos em duas modalidades, natação e pólo aquático.

"A emoção se apoderou de mim. Cheguei aos 92 anos e acredito que ainda com possibilidades de servir ao meu país, especialmente no desejo que espero que se realize em 2016, com o Rio de Janeiro sendo a sede dos Jogos Olímpicos. Para essa festa, que eu espero que se concretize, eu digo que serei "egoísta", pois estarei completando 100 anos e seria a glória para mim", afirmou Havelange.

A cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico também prestou homenagens a Aida dos Santos, quarta colocada no salto em altura nos Jogos Olímpicos de Tóquio-64. Até os Jogos Olímpicos de Pequim-2008, Aida era a mulher brasileira com melhor classificação olímpica em esportes individuais. Aida recebeu o Diploma Mundial Mulher e Esporte, uma premiação especial da Comissão Mulher e Esporte, do Comitê Olímpico Internacional. Foi o próprio João Havelange, membro do COI, quem entregou o prêmio à Aida.

"Essa homenagem me pegou de surpresa, não estava esperando. Fiquei muito feliz em receber o diploma das mãos do meu padrinho João Havelange, que muito me apoiou desde o meu início na atletismo" ressaltou Aída, um ícone do esporte nacional.

Também durante a cerimônia, a cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais, recebeu o Troféu COI - Esporte e Juventude, pelo apoio que vem dando ao desenvolvimento do esporte escolar no Brasil.

CESAR CIELO - Natural de Santa Bárbara D'Oeste (SP), César Cielo entrou para a história ao conquistar a medalha de ouro nos 50m livre nos Jogos Olímpicos de Pequim com apenas 21 anos, tornando-se o primeiro campeão olímpico da natação brasileira. Com 21s30, apenas dois centésimos acima da melhor marca mundial, o brasileiro quebrou o recorde olímpico da prova. Ainda em Pequim, nos 100m livre, o atleta garantiu o bronze, com o tempo de 47s67, estabelecendo novo recorde sul-americano. As conquistas de Cielo em 2008 não se restringiram apenas aos Jogos Olímpicos. No GP do Missouri (EUA), em fevereiro, Cielo foi ouro nos 50m e 100m livre. No GP de Columbia (EUA) também venceu os 50m e 100m livre. Foi ainda medalha de ouro nos 50m e 100m livre na etapa de abertura do Circuito 2008 da Copa do Mundo de Natação, em Belo Horizonte.

MAURREN MAGGI - O ano de 2008 nunca sairá da memória de Maurren Higa Maggi. No dia 22 de agosto, no Estádio Olímpico de Pequim, mais conhecido como Ninho de Pássaro, a atleta gravou definitivamente seu nome na História do esporte brasileiro. Com um salto de 7m04, Maurren conquistou a primeira medalha de ouro olímpica individual para as mulheres. Pouco tempo antes dos Jogos Olímpicos, Maurren já dava mostras de que seria uma das candidatas à medalha no salto em distância, ao ficar com a segunda colocação no Mundial Indoor, realizado em março, na cidade espanhola de Valência.

-

ME CHAMAAA CESÃÃÕOO EU QUEIMO O PAPELZINHO COM VOCÊÊ AHAHAHAHA

-

*.*

-

aaaaaii LINDOOOOOOOOOOOOOO CHOREI DENOVOOO CESÃÃOO!!
ASHAUIHSUIA

-

eu respiro duas :D
aushauishuia

-

Oh meu deus gente
que lindo ne!
e eu chorando igual uma lula aquii hahahaha
Cesããooo não precisa agradecer ta?
a gente fez o que tava ao nosso alcançe...
sera que ainda vai demorar muito pra você perceber o quanto voce significa pra nós garoto?
agora vai lá... curte suas férias que sao mais que merecidas
e fica com Deus!

-

"A sul-mato-grossense Evelyn Tomi, praticante de tênis de mesa, e o carioca Guilherme Fontanella, da natação, foram eleitos os melhores atletas das Olimpíadas Escolares de 12 a 14 anos. Na categoria de 15 a 17 anos, os vencedores foram a carioca Bárbara Leôncio, do atletismo, e o paulista Horácio Antunes, do judô. Já a catarinense Joziane de Oliveira, do futsal, e Fernando Souza da Silva (nascidoem Roma, na Itália e que compete por São Paulo) foram escolhidos os destaques das Olimpíadas Universitárias. Eles receberam seus prêmios das mãos da ginasta olímpica Daniele Hypólito.
"É um sonho estar aqui entre tantos astros do esporte brasileiro", festejou Horácio Antunes. "

AUSHAUHSUIAHUIHSAI SIM DÉA, TO TE VENDOOO
HAHAHAHA

-

Gente, to saindo... vou estudar pra a minha ultima e decisiva prova do ano
de geometria que é sexta feira...
a de hoje graças a Deus foi ótima!
espero que a de sexta também seja... rs.
Beeeeeeeeijos!

9 comentários:

Karinny disse...

Nossa o Fernando nasceu em Roma?? Bom mas só é italiano se tiver um ascendente italiano de nascimento, pq a Itália segue o "ius sanguini" é a herança de sangue q determina a nacionalidade, o Brasil é "ius solis",os nascidos nesse território são brasileiros, salvo exceções.

Bom foi lindo num foi??!!! Eu tb não consigo parar de ver os videos e outros q gravei :D

Karinny disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Déa disse...

Já vi milhoes de vezes..
Hhahahah
Foii lindo demais.. emocionante!
Só gostaria de saber uma coisa: O Cesão já achou o troféu que ele perdeu?
Hhahhahah
Essa notinha com nome destacado em verdeee..hummm..
Hhahahhahhahaa

BOMBOM É MARAA!É MARAA!

Ahh Jack reelaxaa que amanhã vai dar tudo certo de novo, viu? Hoje foi ótimo amanhãã vai ser mais aindaa!

Boaa Prova!

Beijos

suelen disse...

gente q lindo!
o cesão fez agente chorar c/ele d novo.
e q venham mais choros e muitos pulos de alegria pq ele merece!!!!!

jack boa prova !!!

bjs
:)

Mariah disse...

é mtao bom ficar vendo esses vídeos
repetidamente ....

Anônimo disse...

Acharam o trofeu do César!!
http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Esportes_Aquaticos/0,,MUL927880-16315,00-FUNCIONARIO+DO+COB+ENCONTRA+TROFEU+PERDIDO+POR+CIELO+DURANTE+PREMIACAO.html

arivana disse...

parabéns cesão
vc merece garoto...


como a jack disse
vc é muito ,muito mais muito importante msm para nós
=]

Karinny disse...

O prêmio do césar foi encontrado

http://www.lancenet.com.br/esportes/MAISESPORTES/noticias/08-12-18/453002.stm?funcionario-do-cob-encontrou-trofeu-perdido-por-cielo

Tenho uns videos ineditos subo depois.
Bjs

Luciana disse...

Nossa...q lindo ele chorando di novo!! Acho q o q fez o Brasil se apaixonar por ele foi o jeito sincero q ele tem pra falar de tdo!! Ele mereceu esse prêmio!!