sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Revista TPM Matéria completa

Oi amoooooooooooores!!!
tudo bom?
gente to morrendo aqui do coração que issooo
marcela, voce ainda me mata!! rs
gente e Marcela, minha amiga do rio, me mandou os scans da revista tpm... nossa o que é isso heim?
quase dei um troço aqui faltou pouco pra cair pra trás... rs
deixa eu colocar logo pra voces morrerem junto comigo rs
o texto vem escrito, logo depois das fotos ok? ;)







Todos querem Cielo

O mais novo ídolo nacional tem 21 anos, 1,95 metro de altura e chora em público.
O campeão olímpico César Cielo saiu das piscinas e veio se secar nas páginas da TPM

POR CAROL SGANZERLA/FOTOS DANIEL ARATANGY

Pela fama relâmpago, ele aparece ter acabado de ganhar R$ 1 milhão em um reality show global. Vive dias de celebridade. Desfilou no Oi Fashion Music, em Salvador, deu o pontapé inicial em uma partida de futebol do campeonato brasileiro, foi vacinado pelo ministro da Saúde em prol da campanha contra a rubéola, subiu no palco de um torneio de games, deu as caras no Hair Fashion Show, gravou comercial para a imobiliária Abyara e outro para a Samsung e fez uma participação no humorístico Casseta & Planeta. Todos querem Cielo. Um mês depois do término da Olimpíada de Pequim, ele ainda estampa a home dos principais sites de notícias. Desde que voltou ao Brasil com uma medalha de ouro e uma de bronze – pela prova dos 50 metros e a dos 100 metros livres da natação, respectivamente - , deu, no mínimo, uma entrevista por dia.

Você ainda tem paciência para dar entrevistas? Tenho. Gosto de fazer isso, é uma coisa que me motiva para voltar a treinar. O chato do esporte é começar tudo de novo. O início do treino é a parte mais difícil. Para as provas de 50 metros e 100 metros livres, as três primeiras semanas são torturantes, você fica quebrado. É um treinamento aeróbico puxado para o corpo agüentar o resto do ano. E me empolga estar falando do que eu fiz.

Qual é a parte chata da fama? É difícil agradar todo mundo, né? Estava perdendo o vôo e veio uma menina tirar foto. Eu disse: “Vamos rapidinho?”. Ela se ofendeu e disse: “Torci tanto e você não tem tempo de tirar uma foto?”. “Eu to perdendo o vôo”.Não quero saber, você é um grosso.” Aí tive que pedir desculpas...

Se você tivesse ganhado a medalha de prata, acha que seria assim? Não. O brasileiro é cruel. Segundo e último é a mesma coisa. A gente não sabe dar valor para as coisas. Isso de alguma forma breca o crescimento do país. Nos Estados Unidos, lembro que na faculdade um cara ficou em quinto em uma olimpíada e, durante um jogo de futebol americano, eles pararam, colocaram um tapete vermelho, e ele foi lá acenar como finalista olímpico. Se só viesse o bronze, com certeza eu ainda estaria no anonimato.

Se César Cielo não tivesse chorado como uma criança no pódio, não teria sido reconhecido em menos de dez segundos, entre sair do táxi e entrar no prédio onde mora atualmente, em São Paulo, com o amigo de infância e também nadador Guilherme Guido. A campainha também não teria soado durante a entrevista, para um pedido de foto dos vizinhos. O atleta de Santa Bárbara d´Oeste, a 130 quilômetros da capital paulista, os atende com o mesmo sorriso aberto com que se desculpa pela interrupção e diz não se incomodar com o assédio. Ele gosta de gente. Não suporta ficar sozinho. Já bastam os quase três anos que mora em Auburn, no Alabama (EUA), exclusivamente para treinar. A rotina piscina-aula.piscina-cama era cansativa e solitária: de segunda a sábado – quando não domingo - , acordava às cinco da manhã, treinava das 6h às 8h e das 15h às 18h. Das nove ao meio-dia, estudava. Na Universidade de Auburn, já cursou relações internacionais, marketing, finanças (“não sei porquê, foi um movimento estranho esse”) e mudou para criminologia. “Falei pra minha conselheira acadêmica que queria um curso nada a ver com os outros. E é bacana, mas se me formasse nessa parte criminal de direito, aqui as leis são todas diferentes...e eu iria perder o curso. Agora estou em comércio exterior e faço especialização em espanhol”, conta o nadado, que trancou a universidade para competir em Pequim. Enquanto não volta – os planos são para janeiro de 2009 -, ele segue treinando no clube Pinheiros.


O que você fazia num dia sem treino? Acordava umas nove da manhã, porque ia pra cama umas onze da noite. Ficava no computador, ligava pra minha mãe [Flávia Cielo, professora universitária de Educação Física], conversava pelo menos por umas duas, três horas. Arrumava a casa, lavava a roupa, via TV. Tinha uma quadra de vôlei de areia no quintal de casa, o pessoal ia lá, depois compraram uma piscina, a gente tomava sol. Fiquei numa solidão bem grande, principalmente nos quatro meses que o pessoal vai embora, no verão. Sobravam eu, mais três e o técnico. A gente não podia sair, não podia fazer nada. Precisava ver gente.

Me dá uma tristeza só de ouvir você contar. Olha, a hora que acordava domingo, às 9h, eu falava: “O que que eu to fazendo?”. Mas o pior não é você não ter nada para fazer, o pior é você pensar: “Será que vai dar certo?”. Você põe muita coisa em jogo, são meses da sua vida, a família [o pai, César, é pediatra, e a irmã, Fernanda, 17 anos, estudante e nadadora], essa parte que dá medo. Falei pro meu técnico: “Se não der certo vou parar de nadar”. Se não desse, é que não era pra ser. Eu nunca tinha me dedicado tanto ao treinamento.

Como você extravasava essa angústia? Tenho que ficar longe das coisas que eu gosto, porque fico até um pouco agressivo. Eu nem mexia no laptop porque, se ele começasse a ficar devagar, eu ia dar um soco na tela. Chorei bastante pra falar a verdade. Várias vezes chorei sozinho porque não queria preocupar meus pais. Quando ligava pra minha mãe sem motivo, ela sabia que era pra descarregar. E me deixava gritando, que é uma forma de extravasar. Foi complicado pra todo mundo. Se eu começar a fala disso, vou chorar agora, porque foi um sofrimento muito grande. Meus pais seguraram toda a parte fora das piscinas. Só fiquei sabendo que meu avô faleceu no Brasil. A verdade é que a natação é individual, mas não tem como chegar lá sozinho.

Chegou a procurar terapia? Tentei fazer um acompanhamento psicológico, mas pra mim não funciona, sou um cara que tem que sofrer no problema. Não sei se o psicólogo era muito calmo, mas ele dizia: “Imagina um céu com nuvens...” . Eu falava: “Imagina um céu com nuvens? Você ta louco, eu to em depressão!” [risos]. Psicologia nunca deu certo comigo. O que deu certo foi a relação com o meu técnico [ o australiano Brett Hawke]. Ele aprendeu onde tinha que apertar e aliviar. Lá é normal o técnico mandar o cara pra fora do treino quando ele nada mal porque dormiu tarde, por exemplo. Eu falei:” Não me manda pra fora porque não vai ser a mesma coisa amanhã. Chega e conversa numa boa”. Foi a primeira vez que me abri sobre esse tipo de coisa com alguém.

Cielo é reservado. E tímido. Durante a conversa, leva a mão aos olhos um sem-número de vezes, cruza e descruza os braços, encosta, desencosta, se ajeita. Talvez por nervosismo. Talvez porque não caiba no sofá mesmo. Afinal, são 1,95 metro de altura e 88 quilos sobre o pé 46. Tudo isso aos 21 anos de idade quando já encorpou com a musculação. Sete anos atrás, porém, ouvia da boca dos amigos- entre eles o ex-nadador Gustavo Borges, com quem treinou no clube Pinheiros, quando se mudou sozinho pra São Paulo, aos 15 – apelidos como Olívia Palito e Lingüição (“eu odeio esse”). Isso é passado. Hoje ele é mais conhecido como Cesão. O cara que tem quase 200 comunidades no Orkut. E uma mulherada de olho nele, principalmente na balada, que ele conseguiu freqüentar nas férias pós-Olimpíada. Urbano, Disco e Café de La Musique, na capital paulistam foram algumas delas.

Como você é quando chega numa mulher? Sou mais lento, penso bastante nessa hora, apesar de achar que deveria pensar menos. O Guido [Guilherme, com quem divide apartamento] que fala: “vai logo”. E eu: “ Não, dá um tempo”. Já aconteceu de eu enrolar e a menina ir embora, sou tímido mesmo. Sou aquele cara que precisa de alguns sinais. Troca de olhar é importante, se ap essoa não ta olhando, não vou nem pensar em falar. Agora que tem mais gente olhando, ficou mais fácil fazer o primeiro movimento.

Gosta de mulher que chega em você? Não vejo problema. Lógico, dependendo da chegada. Tem que chegar conversando numa boa e se ligar se o clima está rolando.

Você já se apaixonou? Acho que não, senão já teria namorado. Nunca tive aquela coisa de realmente querer ficar com uma pessoa. Não sou aquele cara de ficar mandando mensagem, de ficar ligando. Se a pessoa quiser, liga, se não quiser, liga outro dia... Esse tipo de coisa comigo não dá muito certo, gosto de ter meu espaço.

Como era com as americanas? Não conseguia levar as americanas a sério... A coisa era muito descarada, a mulher fazia mais ou menos que nem homem. As brasileiras gostam de fazer joguinho, lá é ou não é. Às vezes, é até legal, mas no dia seguinte não dá graça. Aqui a gente reclama, mas lá sente falta.

Com quais outras estrangeiras já saiu? Já fiquei com uma menina da Guatemala, da Sérvia, do Canadá, da Argentina, dos Estados Unidos, do Chile, da Venezuela, da Austrália...

Tem preferência? A brasileira, disparada.

Qual foi o lugar mais inusitado que você... Que eu já fiz sexo? Olha, normalmente fora de casa eu nem penso, principalmente agora. Foi no quintal da minha casa em Auburn, tudo escuro, a casa toda aberta...

Você é o tipo de cara que não perde um rabo-de-saia? Não, não sou assim. Se a mulher chama atenção, não tem nem como. Mas sou desligado. Às vezes to com o Guido e ele fala: “Você viu?” E eu: “Cadê?”. Aí já passou, tava viajando.

Você se acha bonito? Me acho sim.

O que é mais difícil na convivência com você? Sou chato com muita coisa. Morei com um canadense que era um porco. Desorganização não ligo, mas coisa suja não agüento. Tem que me conhecer para saber se estou de bom ou mau humor. Quando a coisa dá errado, não saio contando pra ver se melhoro. Eu guardo pra mim.

O que você quer da vida? Quero nadar pelo menos mais uns oito, nove anos. Depois que eu parar... Na verdade não sei nem se estou no curso certo da faculdade, dependendo, mudo de novo. Sou muito mais de escolher as coisas pelo momento.

Aproveita então, Cielo, que o momento é seu.




vídeo Show de Bola que o Eduardo me mandou nestante...
vale a pena ver... brigada Dudu! \o/

http://sports.espn.go.com/broadband/ivp/indexCoBrand?playerName=terra&ref=splash&id=3647659

16 comentários:

PRISCILLA disse...

GURIIIAS!
VOCÊS SÃO MUITO, MUITO BOAS!
AGILIDADE A SERVIÇO DAS FÃS!

QUALQUER COISA QUE EU ESCREVER AQUI VAI SER REDUNDANTE, MAS ELE É LINDO E UM FOFO!

AIAIAIAI
REPIRAR FUNDO DEPOIS DESSAS FOTOS!
:P

PRISCILLA disse...

OBRIGADA JACK E MARCELA!

Patrícia Angélica disse...

hahahahahahahaha

hilária a entrevista como sempre!!!! ele é mto figuraaaa!!!!

esqueci de contar q qdo tirei foto com ele, ele ficou zuando a maçe dele do tipo "po, vc ainda tá aí? até eu já to indo embora..."

e mais, q garota ridicula... reclamar dele querer ir rápido... comigo foi +- a mesma coisa e ao contrário eu fiquei mó feliz só de estar perto dele... e duvido q ela tenha desidratado como eu com as provas dele, escrito uma carta com tanta dedicação e viajado qse 500km pra vê-lo... sem razão total essa garota!!!!!!!!! se eu soubesse qm é, iria dar mó sermão!!!!!! ela deve fazer parte de alguma dessas ordas de adolescentes q gostam de modinha... daki um ano mal vai lembrar dele...

pior é ele estar certo e ter de se desculpar pra num ficar mal com a sem-noção e ainda correr o risco de ter um má e falsa fama espalhada por aí...

PRECISO URGENTE COMPRAR ESSA REVISTA!!!!!

GALERA VÃO NOS MEUS SITES:
www.clipestesia.com.br
http://clippop.blogspot.com
http://angeliquediabolique.blogspot.com

fera disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda disse...

A Cada entrevista que o Cesão faz fico mais surpresa esse cara tem talento e que bom que pensa no seu futuro.

Beijo!!

http://fernandacritica.blog.terra.com.br/

Karinny disse...

uiiiiiii até meu MSN passou mau/l com U e com L, deu tiuche qdo eu abri a 1ª foto...imagina a minha pessoa??!!!
Melhor eu nem falar oq eu passei, tipo o Cesão vai ler isso aqui e vai dizer, essa é doida, bom César sim eu sou doida, umas pessoas por aqui já sabem kkkkkkkkkkk

Não vou ler a entrevista, ai tô me roendo por fazê-lo mas não minha força de vontade é maior. Quero ler diretamente da revista, quero ter essa emoção.
Aí sim eu comento ^.^
Mas pelas fotos vale dizer:

CREIO EM DEUS PAI TODO PODEROSO,
CRIADOR DO CÉSAR CIELO
QUE NOS FAZ COMPRAR BABADORES
PARA NÃO QUEIMAR NOSSOS COMPUTADORES
CREIO QUE O ESPIRITO SANTO
PERDOARÁ NOSSOS PENSAMENTOS PECAMINOSOS
LEVARÁ NOSSAS ALMAS PARA O CIELO...DIGO PARA O CÉU
PARA A VIDA ETERNA
AMÉM!!!!
Uuiiii aençoado seja AVE CÉSAR!!!
G-ZUS ME ABANA \O/

suelen disse...

gente morri *.*!!!!!!
espera to voltando!haaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!

jack vc q matar todas nós é?

kara tó boba! como já sabia mas reforçandoa idéia:o cesão é lindo em todos os sentidos
"imagina o céu c/ nuvens" é otimo!
além de lindo;simpatico;humilde e atencioso ainda concegue ser bom humorado
cesão por isso q todas nós te amamos!!!
agora deixa eu morrer + um pouco!!!!

ME MATA CESÃOOOOOO!!!!!!!!!!

JANE disse...

NOSSA SENHORA, AS FOTOS DO CIELO ESTAO DEMAIS, MUITO EXCITANTE E CALIENTES DA MUITO TESAO.O CIELO,DEVERIA POSAR PRA G MAGAZINE,O PUBLICO GAY E FEMENINO IA ADORAR E EU ENTAO NEM SE FALA. SERIA MUITO MELHOR VER ESSE GATO,GOSTOSO EM FOTOS CALIENTES E SEDUTORAS IA FICAR MOLHADINHA.

JANE disse...

CIELO, VEM SER GOSOTSO ASSIM NA MINHA CAMA GATO E FZER MIAU,DEBAIXO DO MEUS LENÇOIS,VC PELO MENOS TRANSA MUITO E EU NEM ISSO,CADA VEZ MAIS EU ME INDENTIFICO COM VC,NA SOLIDAO,NAS ESCOLHAS DAS COISAS DA VIDA,NOS COSTUMES.AGENTE DEVERIA CRUZAR NOSSOS DESTINOS IRIAMOS DAR CERTINHO TENHO CERTEZA ABSOLUTA DISSO. BEIJOS CIELO VC É LINDO E SEXY CLARO E BRASILEIRO.

JANE disse...

EITA, QUERIA SER ESSA SORTUDA QUE O CIELO TRANSOU NO QUINTAL DE SUA CASA EM AUBURN,SEXO SELVAGEM NO ESCURO E CALINTE.NOSSA, ESSE GATO DEVE SER MUITO TESUDO, IMAGINA ESSE CORPAO TRANSANDO DEVE SER GOZAR MUITO E GOSTOSO, IMAGINO. CIELO,É HOMEM SEXY,GOSTOSO,TESUDO,BRASILEIRO .NOTA 1000 PRA VC LINDO..........

arivana disse...

jack vc é mal né...=p
como pode fazer isso com a gente
hauahuahauahaua


nossa esse cesar não me surrpreeende mais....

a melhor entrevista que já vi...
é claro que gostei das outras mais essa....me ganhou..


bjos xau meninas=]

Lily disse...

Meu Deus...
Tó de boca aberta aqui! Preciso comprar essa revista urgente. Cada foto q... ui!! Depois dessas fotos preciso de alguem pra me abanar! kkkk

Beijos xD

Déaa disse...

Adorei as fotos, adorei a entrevista.. Cesão como sempre simples e diretoooooo!transparente e sinceroo como ninguém.. ótimo!
Por isso e outras coisinhas mais que eu adorooooooooo CÉSAR CIELO!

:G

Hannah disse...

Eu venho aqui todos os dias a mais ou menos 10 meses...só que sempre tive vergonha de falar! Mais depois dessas entrevista tinha que falar uma coisa: ninguém nunca foi tão parecida comigo como é o Cesão. Cara, a vergonha, o desligamento, as privações que estou passando nesse momento por estar correndo atrás do meu sonho [tenho 15 anos], nunca ter um namorado,gostar de ter o seu espaço...enfim, parece que tudo! Realmente gente, é muito difícil nos privarmos das coisas que amamos, é dificilimo. Morro de vontade de conhece-lo, sou da Bahia. Quando ele teve aqui em salvador nao pude ir ve-lo pois nao consegui o convite do desfile =/. É isso, ele é muito fofo.

arivana disse...

adorei aoração karinny hauahauahuaha

maravilindo
perfeitudo
.........

Juuh disse...

Mtoooo boooa a reportageeem, as fotooos intaum ;D

hehe, Bjoos guriiias, adoro isso tdo õ/